Sony debaixo de fogo pelo aumento de preço num álbum de Whitney Houston

13/02/2012 15:28

A Sony Music está a ser acusada de tentar lucrar com a morte da cantora Whitney Houston, que faleceu no passado dia 11 de fevereiro.

whitney_houston_b.jpg

Segundo o The Guardian, a Sony Music está debaixo de fogo por ter aumentado o preço de um álbum de Whitney Houston na loja iTunes, alegadamente apenas algumas horas depois de a cantora ter sido encontrada morta num quarto de hotel em Los Angeles.

O gigante da música terá aumentado o preço do álbum The Ultimate Collection às quatro da manhã, hora da Califórnia, de 4,99 libras para 7,99 libras (cerca de 9,5 euros).

O The Guardian indica que a mudança foi descrita como “cínica” por parte dos fãs da cantora, e como uma forma de tentar lucrar com a morte de Houston. Segundo o jornal, uma fonte próxima do processo indica que não se trata de uma alteração de preço “cínica” mas sim uma correção, dado que o preço deste álbum em concreto estava errado.

O The Guardian indica, também, que a Apple já teria baixado o preço do álbum para o valor inicial no domingo à noite. Todavia, na loja iTunes portuguesa, o álbum The Ultimate Collection continua a ser vendido a 9,99 euros, e encontra-se em terceiro lugar no top de vendas.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Exame Informática, 252, junho

Em Portugal há sistemas de abastecimento de água e de gás que têm graves falhas de segurança. Até centrais elétricas podem cair nas mãos dos hackers. Investigámos e contamos tudo. Como sempre, testámos muitos dispositivos e falámos com o português que participou em 10 missões espaciais. Mas há muito mais para conhecer nesta edição.

EI Tv