Sony debaixo de fogo pelo aumento de preço num álbum de Whitney Houston

13/02/2012 15:28

A Sony Music está a ser acusada de tentar lucrar com a morte da cantora Whitney Houston, que faleceu no passado dia 11 de fevereiro.

whitney_houston_b.jpg

Segundo o The Guardian, a Sony Music está debaixo de fogo por ter aumentado o preço de um álbum de Whitney Houston na loja iTunes, alegadamente apenas algumas horas depois de a cantora ter sido encontrada morta num quarto de hotel em Los Angeles.

O gigante da música terá aumentado o preço do álbum The Ultimate Collection às quatro da manhã, hora da Califórnia, de 4,99 libras para 7,99 libras (cerca de 9,5 euros).

O The Guardian indica que a mudança foi descrita como “cínica” por parte dos fãs da cantora, e como uma forma de tentar lucrar com a morte de Houston. Segundo o jornal, uma fonte próxima do processo indica que não se trata de uma alteração de preço “cínica” mas sim uma correção, dado que o preço deste álbum em concreto estava errado.

O The Guardian indica, também, que a Apple já teria baixado o preço do álbum para o valor inicial no domingo à noite. Todavia, na loja iTunes portuguesa, o álbum The Ultimate Collection continua a ser vendido a 9,99 euros, e encontra-se em terceiro lugar no top de vendas.

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Exame Informática 248, Fevereiro

Passa muito tempo nas redes sociais? Então está na altura de começar a ganhar dinheiro no YouTube e no Facebook! Temos um guia sobre impressão 3D e testes ao portátil HP Star Wars, aos telemóveis Nexus 6P e Huawei Mate 8 e a hoverboards. Também conversámos com o guru da tecnologia da Nissan e sentámo-nos numa cadeira que corrige automaticamente a postura.

EI Tv