Aluna pode ser expulsa de escola do Texas por recusar chip de localização

23/11/2012 18:52

Andrea Hernandez recusou-se a usar um chip de rádio que permitia localizá-la quando se encontrava no recinto escolar. Agora, cabe à justiça do Texas decidir ou não se é legal expulsá-la da escola secundária John Jay.

No início do ano letivo de 2012, a direção da escola secundária John Jay tornou obrigatório o uso dos chips de RFID que localizam os estudantes devido às restrições orçamentais impostas pelo agrupamento escolar do San Antonio's Northside Independent School District (NISD). Com o uso desta tecnologia, os responsáveis pelo agrupamento escolar do sul dos EUA pretendia criar um mecanismo que permite confirmar o número de alunos que assistem às aulas e atribuir verbas proporcionais ao total de presenças.

Dois meses depois da implementação desta medida, Andrea Hernandez passou a figurar nos títulos de jornais por recusar o uso dos chips de rádio que a localizam a toda a hora. Ao contrário do que seria de esperar, não foi a defesa da privacidade o motivo invocado para a recusa. Em entrevista à InfoWars, os pais de Andrea Hernandez explicam que rejeitaram o uso dos localizadores por RFID, por serem a «a marca da Besta» - uma expressão que remonta aos textos bíblicos e que é usada para designar as forças demoníacas.

Face à recusa da família Hernandez, a direção da escola John Jay decidiu suspender Andrea e avançar para um processo de expulsão da escola secundária John Jay.

O caso foi parar aos tribunais do Texas, que agora vão determinar se é legal ou não o pedido de expulsão. O San Antonio's Northside Independent School District (NISD) ainda não se pronunciou sobre o assunto – apesar de ter em curso um plano de instalação de um sistema de localização por RFID para 110 escolas da região.

Palavras-chave

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

Vídeos

Um robô a suturar a pele de uma uva

Um vídeo que mostra a precisão incrível de um robô cirurgião.

Exame Informática TV n.º 442

Em destaque neste programa: revelamos um pequeno computador com projetor incluído e temos uma estação meteorológica que pode usar em casa.

VW E-Golf em análise

Já conduzimos carro elétrico da Volkswagen, o mais silencioso que já testámos. O modo de regeneração permite aumentar a autonomia de forma significativa e apresentar consumos extremamente competitivos.

Câmara Sony DSC-QX30 em análise

Esta câmara fotográfica que pode ser usada de forma independente ou acoplada ao telemóvel.

Repórter EI: Fábrica Zeiss na Alemanha

Visitámos uma fábrica da Zeiss na Alemanha, uma das empresas que mais se destaca em tecnologia ótica.

Exame Informática 239, maio

Quem nunca teve problemas com a rede de Internet em casa? Quem nunca teve problemas quando liga o computador? Quem nunca ficou com o computador infetado de vírus? E quem é que ainda não comprou a Exame Informática 239?

EI Tv

Exame Informática TV n.º 442

Em destaque neste programa: revelamos um pequeno computador com projetor incluído e temos uma estação meteorológica que pode usar em casa.

Exame Informática TV n.º 441

Em destaque neste programa: colocamos à prova as curvas do LG G Flex 2 e mostramos uma app que ajuda os idosos a encontrar o caminho de volta a casa. 

Exame Informática n.º 440

Em destaque neste programa: a entrega dos prémios Exame Informática e visitamos uma fábrica da Zeiss na Alemanha.