exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Espanhol condenado a pagar 250 mil euros por partilhar vídeos

Um pirata informático espanhol foi condenado a pagar 250.998 euros por facilitar a partilha de vídeos sem respeitar os direitos de autor.

  • 333

O hacker Triplorita vai ter de indemnizar duas empresas, a Egeda com 167 mil euros e a Columbia Tristar com 83 mil euros. A indemnização foi calculada pelo Tribunal de Valladolid, que prevê ainda o pagamento de uma multa no valor de dois euros diários durante 12 meses e seis meses de prisão, noticia o El Mundo.

Triplorita é acusado de conseguir cópias de filmes que ainda estavam em exibição nas salas de cinema e de as divulgar na Net, desde março de 2009 ao primeiro trimestre de 2010. Os utilizadores conseguiam descarregar os filmes partilhados por este pirata através do Hotfire e do Uploading.

O lucro para Triplorita era de um cêntimo de dólar por download, tendo conseguido receber em quatro meses 1356 dólares.

Além de facilitar o download, este pirata é acusado também de facilitar os links para visualização de obras na Net, como no megavideo.com, sem respeitar os direitos de autor dos vídeos originais. Foi possível encontrar vários filmes carregados por este pirata apenas alguns dias depois de se estrearem nas salas de cinema de Espanha.