exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Porno e jogos online causam disfunção erétil

Um autor da Universidade de Stanford defende que os jovens jogadores do sexo masculino que passam mais de cinco horas diárias online correm mais riscos de sofrerem de disfunção erétil. 

  • 333
A pornografia perdeu toda a inocência

A pornografia perdeu toda a inocência

Philip Zimbardo escreveu um livro chamado Man (Dis)Connected, com o subtítulo How technology has sabotaged what it means to be male. Este autor, psicólogo em Stanford, defende que os jovens rapazes de hoje estão a sofrer uma religação nos seus cérebros, devido ao seu excesso compromisso com jogos e pornografia online.

Zimbardo refere que analisou jovens que passavam até 15 horas por dia online. O cérebro de alguns destes rapazes tem pensamentos como «quando estou nas aulas, queria estar a jogar World of Warcraft. Quando estou com uma rapariga, queria estar a ver pornografia, pois sei que ali não serei rejeitado», noticia a Cnet.

Estes jovens consideram que a pornografia online será mais excitante que a vida real, mas psicologicamente estão menos excitados, sofrendo de Porn-Induced Erectile Dysfunction.

O autor explica que os jovens de hoje não consomem tanto álcool, nem drogas, nem são tão violentos quanto as gerações anteriores. Pela negativa, isto acontece porque estes jovens estão em isolamento, fechados em casa, a beber refrigerantes e a aumentar o risco de obesidade e diabetes.