exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

O espião chinês que foi preso por desviar segredos das radiofrequências

Hao Zhang, um espião chinês, foi detido por aceder a informação secreta sobre filtros que permitem evitar interferências nas redes sem fios.

  • 333

Há notícias que dão um filme e… há notícias que ficam aquém das expectativas por terem guiões demasiado complexos para se tornarem sucessos de bilheteira. A detenção de Hao Zhang, um professor da Universidade de Tianjin, pertence ao segundo grupo de histórias. O professor chinês chegou detido pelas autoridades dos EUA, no primeiro dia de abril por pertencer ao conjunto de seis pessoas que terão tentado aceder a informação secreta sobre alguns dispositivos acústicos. 

De acordo com a acusação que está atualmente a decorrer na justiça dos EUA, o grupo de Zhang estaria a trabalhar para desviar a informação de tecnologias usadas para melhorar as comunicações de rádio para, em seguida, registar patentes na China. 

O desvio de informação terá ocorrido nas empresas norte-americanas Avago (onde Zhang trabalhou) e Skyworks. Uma das tecnologias que terá sido alvo de espionagem foi desenvolvida pela Agência de Investigação do Exército dos EUA (DARPA). 

Entre as tecnologias espiadas encontram-se dois filtros que eliminam interferências em comunicações sem fios levadas a cabo por telemóveis ou outro tipo de terminais. De acordo com a Popular Science, pelo menos uma das tecnologias pode ser usada para aumentar o desempenho de radares.  

  • 333