exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Oculus Rift dão origem a disputa de propriedade intelectual

O fundador da Oculus Rift terá estado empregado por outra empresa em 2011, onde teve conhecimento de informação confidencial que lhe permitiu desenvolver os óculos de realidade virtual. 

  • 333

A Total Recall Technologies afirmam que Palmer Luckey, que fundou a Oculus Rift, esteve a trabalhar para a empresa em 2011 e assinou um acordo de confidencialidade. O seu trabalho foi construir um head mounted display, o que depois veio a dar origem ao Oculus Rift e à empresa que acabou por ser comprada pelo Facebook por dois mil milhões de dólares.

Entre 2011 e 2012, Luckey terá continuado a trabalhar para a Total Recall e a receber feedback sobre o protótipo, melhorando-o antes de o lançar para o Kickstarter, noticia a Reuters. A empresa baseada no Hawai apresentou uma queixa no tribunal por violação de propriedade intelectual e pede uma indemnização por danos, num montante não especificado.

Luckey é agora acusado de fraude e quebra de contrato, entre outras acusações.