exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Sírios atacam página do Exército dos EUA

O Syrian Electronic Army pirateou a página online do Exército dos EUA e publicou várias mensagens. 

  • 333

O SEA, de Syrian Electronic Army publicou na sua conta de Twitter várias capturas de ecrã que mostravam a página do Exército dos EUA a mostrar mensagens que as autoridades militares não aprovaram. O defacement aconteceu devido à exploração do sistema de publicação de conteúdos da Limelight Networks. Um responsável da empresa já confirmou que estão a investigar o assunto, mas que não estão em posição de acreditar que os piratas tenham conseguido roubar dados.

A página principal do Exército dos EUA está indisponível de momento, mas as restantes páginas estão a funcionar, noticia o ArsTechnica.

A conta do Twitter que foi usada para publicitar o ataque já revelou no passado ligações entre os EUA, Turquia e Arábia Saudita com os rebeldes sírios. O SEA afirma ainda já ter criado uma distribuição de Linux baseada em Ubuntu para utilização por parte dos seus apoiantes.

O Exército dos EUA e o US Cyber Command ainda não se pronunciaram.