exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Portugueses lideram projeto de investigação europeu

A empresa portuguesa Introsys foi selecionada para coordenar o projeto europeu OpenMOS, de Manufacturing Operating System. O projeto integra-se no plano Vision da Comissão Europeia e tem 8,7 milhões de euros disponíveis para investir. 

  • 333

Estavam 17 empresas candidatas à posição, mas a selecionada acaba por ser a portuguesa Introsys. A tecnológica vai coordernar o projeto durante 36 meses e desenvolver conteúdos científicos e tratar de toda a administração.

O objetivo é encontrar soluções tecnológicas para se reduzirem os custos de manufatura, tornando as fábricas mais rentáveis, o que terá um impacto direto na economia europeia.

A Introsys vai receber a maior fatia do financiamento e é uma tecnológica já com experiência neste setor, com trabalhos com marcas como Audi ou Volkswagen.

O OpenMOS conta com as portuguesas Introsys e UNINOVA, junamente com empresas tecnológicas de Reino Unido, Suécia, Itália, Dinamarca e República Checa.

Durante o projeto, vão ser apresentados uma nova família de controladores industriais e vários protótipos. O OpenMOS insere-se, como referido, no plano Vision que faz parte do fundo europeu Horizonte 2020.

 

  • 333
  • O ataque WannaCry, que sequestrou dados de milhares de computadores em todo o mundo, veio dar razão aos alertas dos especialistas em segurança que têm vindo a alertar constantemente para o crescimento e perigos deste tipo de ataque. Felizmente, como acontece com a esmagadora maioria do malware, há formas de evitar esta e outras "infeções"