exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Project Ara adiado porque o telefone se partia ao cair

A Google revelou que o Project Ara foi adiado para 2016, depois de várias alterações ao calendário inicialmente estabelecido. Sabe-se agora que o motivo que levou ao adiamento prende-se com o telefone se partir ao cair.

  • 333

A equipa responsável pelo Project Ara escreveu no Twitter que não vai incluir mais ímanes eletropermanentes no telefone modular. A mensagem termina com a hashtag #FailedTheDropTest, o que indicia que o telefone se partia, quando o deixavam cair. O Ara, recorde-se, é o projecto onde está a ser desenvolvido um telefone composto por módulos, que o utilizador pode trocar à sua vontade, como se fossem peças de Lego.

Agora, parece que o telefone tem um comportamento semelhante ao de qualquer smartphone normal e tem a tendência para se partir em várias peças ou separar-se todo, quando cai, noticia o The Verge. A Google terá de redesenhar a forma como os vários componentes estavam a ser fixados uns aos outros, uma vez que a solução de ímanes não convenceu.

A equipa já escreveu que está a testar uma nova forma para ligar os diferentes componentes, mas não forneceu mais pormenores.

  • 333