exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Dilma diz que no Brasil cada cidade decide se o Uber é ou não legal

A presidente do Brasil considera que o Uber aumenta o desemprego na população, mas que deve ser cada cidade a deliberar sobre a legalidade do serviço.

  • 333

São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro são as três grandes cidades do Brasil onde já se decidiu banir a app do Uber. No entanto, as proibições ainda não entraram em vigor, pois carecem de aprovação legal. Os taxistas destas metrópoles já se manifestaram contra o serviço, à semelhança do que acontece um pouco por todo o mundo.

«O Uber é complicado porque tira emprego da população... Deixa os taxistas com menos trabalho (...) Não é um tema fácil. Depende das leis em cada cidade e estado, pois não se trata de uma decisão do governo federal», respondeu Rousseff, citada pela Reuters.

No Rio de Janeiro, um conselho decidiu propor a proibição do Uber, mas o prefeito Eduardo Paes ainda não decidiu e já explicou que gostaria de ter uma solução que competisse com a oferta de táxis regular. Em Brasília, os legisladores já aprovaram a proibição, mas o governador federal vetou essa proibição. Por fim, em São Paulo está a decorrer também o processo que visa a proibição do Uber.

Os taxistas brasileiros alegam que os condutores do Uber não são regulamentados e que têm custos mais reduzidos, beneficiando de uma vantagem desleal.

  • 333