exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Portugal tem engenheiros qualificados e por isso a Yeldify vai para o Porto

A Yeldify vai abrir um centro de desenvolvimento no UPTEC. Até ao final do ano, a Yeldify conta empregar 40 programadores e designers para trabalharem no Porto.

  • 333

Moses Hoyt

A Yeldify, empresa que desenvolve ferramentas de marketing digital, vai abrir um centro de investigação e desenvolvimento no Porto. O escritório que vai empregar 40 designers e programadores vai ficar situado no Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC).

Meelan Radia, o diretor de Tecnologias da empresa, diz que a escolha da Invicta para a instalação desta unidade de desenvolvimento não se deve apenas aos salários. «A Yeldifi é uma campeã de inovação e disrupção e o Porto, sendo um dos hubs tecnológicos com maior crescimento na Europa, incorpora também estes valores nucleares enquanto cidade. «Portugal e o Porto, em particular, dispõe de muitos recursos humanos e competências ao nível das tecnologias».

A unidade que Yeldify pretende instalar no Porto deverá dar o respetivo contributo para o desenvolvimento de um algoritmo que permite fazer previsões quanto ao comportamento dos internautas dentro de sites de comércio eletrónico. A empresa britânica tem apenas dois anos – mas já está presente em Londres, Nova Iorque, Berlim e Sidney. Atualmente, disponibiliza as suas ferramentas a mil marcas. E já recebeu financiamento de 11,5 milhões de dólares da Google e do Softbank.

«Portugal está a tornar-se rapidamente num centro de inovação tecnológica, tendo apresentado um crescimento de 30% nas exportações de conhecimento tecnológico nos últimos seis anos. O principal objetivo do UPTEC é acelerar a economia do conhecimento no país e na região, criando um cluster de talento tecnológico de nível elevado. Com mais de 150 startups a exportar para mais de 120 países através de sites da Internet, a oportunidade para a partilha de conhecimento e colaboração cresce todos os dias. Empresas como a Yieldify impulsionam e contribuem para esta diversidade de competências», explica Clara Gonçalves, Diretora Executiva do UPTEC, num comunicado da Yeldify.

  • 333