exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

AVG quer vender os dados de navegação dos utilizadores

Uma das soluções de antivírus mais populares do mercado, a AVG, alterou os termos contratuais, a fim de garantir o direito à venda dos dados de navegação dos utilizadores.

  • 333

A atualização da política de privacidade refere que a empresa admite que pode fazer dinheiro através da cedência de dados não pessoais. Estes dados não pessoais incluem a marca do equipamento usado, o idioma e as apps utilizadas, entre outras informações, noticia o Engadget.

A AVG reforça que esta alteração não visa a comercialização de dados privados e que os dados recolhidos são tornados anónimos, sem se manter a ligação entre os dados e o utilizador.

A recolha de dados pode ser feita através de cookies que monitorizam as pesquisas e atividades do utilizador ou através de informações fornecidas pelos próprios utilizadores. Os detalhes de navegação, as preferências de cada um nos sites ou apps poderão ser usados para criar os «perfis anónimos de dados» e modelos estatísticos que depois são comercializados.

As novas regras da política de privacidade da AVG entram em vigor a 15 de outubro e um porta voz já confirmou que o acordo será remodelado de forma a ser mais claro que o utilizador se aperceba de que a empresa pode ganhar dinheiro com a venda deste tipo de dados. O utilizador pode sempre escolher não ceder os seus dados, mas essa opção não está ativada por defeito.