exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

EUA e China estão de acordo no que toca à ciberguerra

O presidente da China, Xi Jinping, está em visita oficial aos EUA. Barack Obama anunciou na semana passada que chegou a um entendimento com o seu homólogo chinês quanto à ciberguerra.

  • 333

Os dois líderes anunciaram ter chegado a um acordo para ajudar ambas as nações a reduzirem as emissões de gases de estufa. Além disso, Obama disse que ele e Jinping fizeram «progressos significativos» na cibersegurança e esclareceu que os hackers chineses que sejam apanhados a atacar os EUA poderão sofrer consequências pesadas, noticia a Reuters.

Não há qualquer referência às operações de espionagem governo-a-governo para recolha de inteligência. Os dois responsáveis afirmaram que o acordo versa sobre o fim do apoio de cada governo aos hackers que roubam segredos emepresariais ou informação de negócio.

«Confronto e fricção não são a melhor escolha para nenhum dos lados», disse o presidente chinês, negando que o seu governo tenha estado envolvido no roubo de dados de milhões de funcionários públicos nos EUA e insistindo que também a China é frequentemente vítima destes ataques.

Apesar de não haver muitos detalhes sobre pontos específicios do acordo alcançado, os analistas classificam-no de positivo.

No final deste discurso, Obama e Jinping estiveram juntos a jantar com Tim Cook, Satya Nadella, Mark Zuckerberg e Marc Benioff.