exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Concerto de telemóveis e outros instrumentos na Casa da Música a 26 de outubro

No dia 26 de outubro, a Casa da Música abre portas para os melómanos que também estejam dispostos a usar os respetivos telemóveis para interagir com a música que é produzida no palco.

  • 333

Hugo Séneca

No palco vão estar a percussão, o saxofone e ainda a plataforma de música Digitópia Collective. Na assistência, deverão estar cerca de mil pessoas com os respetivos telemóveis. Todos juntos, vão produzir música – ao vivo. O espetáculo está agendado para 26 de outubro na Sala Suggia da Casa da Música, Porto. E sim, quem compra bilhete para assistir ao concerto “a.bel - Nova Música Interactiva” deve levar o telemóvel também.

O concerto que tem por objetivo celebrar o impacto da música no quotidiano conta com temas da autoria de investigadores do Inesc Tec, músicos da Casa da Música e da famosa Escola de Música Berklee, dos EUA.

De acordo com o Inesc Tec, começou hoje a ser distribuída nas lojas do Android e do iOS uma app com denominação a.bel. A app deverá ser descarregada pelos espetadores que pretendam interagir com o concerto. Além de terem de conferir que se sentam no lugar correspondente ao que surge no ingresso, os espetadores terão de colocar o telemóvel em “modo de voo” e conectar-se à rede Wi-Fi local quando entram na sala de espetáculos.

«Ao contrário do que acontece noutros espetáculos, queremos que o público mantenha o som do telemóvel ligado e o use para agir ativamente no concerto. Também ao contrário do que é usual, queremos que o telemóvel não seja aqui um elemento que interfira com a atenção do seu utilizador, mas antes que una todos os intervenientes numa experiência de partilha coletiva», explica Rui Penha investigador do Inesc Tec e um dos organizadores do concerto, num comunicado enviado para as redações.

  • 333