exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Autoridades alemãs suspeitam que NSA tenham usado malware espião

A Alemanha está a investigar o código malicioso Regin que possa ter sido usado para infetar os computadores da chanceller e de outros altos cargos do país.

  • 333

As autoridades da Alemanha receiam que a NSA e outras agências aliadas tenham usado código malicioso para espiar as comunicações de Angela Merkel e de outros altos cargos do país. O Der Spiegel noticia que foi aberta uma investigação para perceber o alcance do malware Regin na administração pública do país.

O Regin é um dos códigos mais sofisticados criados, com 75 módulos que permitem aumentar ou reduzir as suas funcionalidades, como roubo de passwords, monitorização de tráfego, capturas de ecrã ou recuperação de ficheiros apagados.

Nos documentos de Edward Snowden, há várias referências a uma plataforma de exploração de rede tratada por WARRIORPRIDE e desconfia-se que seja essa a designação do Regin. O programa estará a ser usado pelas agências de espionagem dos EUA, Reino Unido, Canadá, Austrália e Nova Zelândia, uma aliança conhecida por Five Eyes.

As autoridades alemãs já investigaram as alegadas acusações de que os EUA teriam espiado o telemóvel de Angela Merkel, mas acabaram por desistir do caso por não haver provas suficientes.