exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

AMD mentiu sobre número de núcleos nos processadores

A AMD está a ser acusada de mentir sobre o número de núcleos nos chips Bulldozer. Há um processo judicial em curso, mas a AMD recusa tecer qualquer comentário para já.

  • 333

A queixa apresentada no tribunal especifica que a AMD publicita alguns chips Bulldozer como tendo oito núcleos, mas que os chips na verdade têm apenas quatro. A definição que a AMD está a seguir pressupõe que um núcleo é, na verdade, meio módulo e que não pode operar de forma independente, explica o ArsTechnica. Cada módulo nos Bulldozer é identificado como um núcleo separado pelo Windows, mas na realidade têm os mesmos ponto de vírgula flutuante e recursos de instruções e de execução. No processo judicial em curso acusa-se a AMD de não especificar o número de núcleos reais, de induzir dezenas de millhares de consumidores em engano ao levá-los a comprar um chip de “oito núcleos” que na verdade nunca terá o mesmo desempenho de um chip com oito cores.

Sabe-se que a próxima arquitetura da AMD, a Zen, já representa uma abordagem mais convencional, que leva a processadores maiores e que serão mais rápidos, não deixando margem para dúvidas sobre quantos núcleos têm.

O processo está a decorrer nos EUA e os queixosos exigem uma indemnização, custas e juros pré e pós julgamento.