exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

França não vai desligar Wi-Fi público e Tor

Na sequência dos atentados de Paris e do grau elevado de ameaça, as autoridades chegaram a ponderar encerrar o acesso à rede privada Tor e banir as redes Wi-Fi públicas.

  • 333

Estas medidas surgem em documentos que foram chegando aos órgãos de comunicação franceses. Agora, sabe-se que o primeiro-ministro Manuel Valls não chegou a ver estas propostas, mas que as irá recusar, caso surjam, noticia a BFM TV.

Apesar de reconhecer que a Internet é «um extraordinário meio de comunicação entre pessoas (...) é também uma forma de os terroristas comunicarem», disse Valls. No entanto, este político não aprovaria qualquer medida que impedisse os utilizadores de acederem livremente a redes Wi-Fi públicas ou mesmo à rede underground Tor.

Na sequência dos ataques ao Charlie Hebdo, a França já adotou medidas de vigilância mais apertadas, que já foram consideradas equivalentes ao Patriot Act, dos EUA.