exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Ehang 184: o primeiro drone tripulado já cruzou os céus

Hugo Séneca

  • 333

O Ehang 184 pode viajar a 100 quilómetros por hora e atingir os 3500 metros de altitude. Tem capacidade para transportar um passageiro, mas aterra e levanta voo de modo autónomo.

Hugo Séneca

Nos drones, os humanos costumam ficar sempre em terra. No Ehang 184, pelos menos um desses humanos pode ir a bordo e voar até aos 3500 metros de altitude. O drone desenvolvido pela marca chinesa destacou-se de das centenas de modelos concorrentes que marcaram presença no Consumer Electronic Show (CES) que está a decorrer em Las Vegas ao reivindicar o pioneirismo mundial dos veículos controlados por robôs que transportam por pessoas.

De acordo com a Reuters, o modelo 184 da Ehang está apto a viajar a velocidades de 101 quilómetros hora, mas a autonomia energética não vai além dos 23 minutos de voo. O que significa que não conseguirá fazer viagens com distâncias superiores aos 32 quilómetros.

O veículo aéreo é completamente autónomo. No interior, encontra-se um tablet que pode ser usado pelo tripulante para dar ordem para descolar ou aterrar, ou ajustar a temperatura do habitáculo. Os responsáveis da Ehang acreditam que a redundância permitida por um sistema de quatro motores e oito hélices e a conveniência acabarão por convencer os potenciais interessados neste novo meio de transporte.

«As pessoas que se sentam aqui não vão pilotar. Como calculam, não precisam de tirar o brevê no futuro. Porque apenas viajam passageiros. As pessoas vão viajar aqui, sentar-se e desfrutar do voo», previu Derrick Xiong, cofundador da Ehang, citado pela Reuters.

  • 333