exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Taxa do audiovisual vai subir para três euros mensais

A denominada contribuição do audiovisual deverá subir sete por cento em 2017, a fim de compensar a isenção prevista para mais de 500 mil famílias.

  • 333

Hugo Séneca

Há 500 mil famílias que deverão passar a beneficiar da tarifa social da energia – e em consequência não terão de pagar a taxa do audiovisual que é cobrada mensalmente pelas empresas que comercializam a eletricidade em Portugal, a fim de garantir os montantes necessários para financiar o serviço público de TV e rádio.

Para compensar a isenção permitida pela tarifa social de energia, o governo socialista deverá acordar com o Bloco de Esquerda a aprovação de uma atualização de 20 cêntimos nos custos da taxa social paga por 5,5 milhões de clientes de eletricidade. O que significa que a taxa audiovisual deverá subir para os três euros mensais.

Só em 2017 estas medidas deverão entrar em vigor, refere a TVI.

A tarifa social de eletricidade e gás destina-se apenas a famílias de menores rendimentos. No terceiro trimestre de 2015, apenas 85 mil famílias beneficiavam desta redução de custos. Com o novo acordo, governo e bancada parlamentar do BE estarão apostados em alargar o número de famílias abrangidas pela redução dos custos da eletricidade, que permitirá que uma família com um custos de energéticos de 65 euros poupe 30 euros mensalmente.

  • 333