exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Google vai alterar resultados de pesquisas para acalmar Europa

As autoridades europeias defendem o “direito a ser esquecido” na Net e que qualquer utilizador pode pedir aos motores de busca para removerem a sua informação inadequada ou irrelevante. A Google explica qual o plano para salvaguardar este direito.

  • 333

A Google estava num impasse com as autoridades europeias uma vez que o direito a ser esquecido poderia impactar no fluxo livre de informação. Agora, a empresa anunciou que vai começar a editar os resultados das pesquisas em todos os seus sites, de acordo com o país de origem do utilizador que invoque este direito.

Assim, se um residente na Alemanha pedir para sair das pesquisas, a Google vai remover estas ligações em todas as páginas que estejam a ser acedidas através da Alemanha, noticia a Reuters. O filtro vai funcionar pelo endereço IP do utilizador, de forma a não alterar as pesquisas feitas pelos utilizadores de fora da Europa. Desde 2014, mais de 386 mil pessoas já pediram para ser “apagadas”, sendo que a Google aceitou 42% destes pedidos.

Ainda não se sabe quando é que as pesquisas vão passar a ser editadas, mas acredita-se que seja em breve, até porque a Google terá todo o interesse em evitar coimas aplicadas pelas autoridades europeias.

  • 333