exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Freedom 251: o telemóvel de 3,3 euros esgotou em poucas horas

O site que permitia encomendar o Freedom 251 ficou inoperacional depois de receber 600 mil visitas por segundo. O novo telemóvel tem um processador quadcore a 1,3 GHz, 1 GB de RAM e ecrã tátil de quatro polegadas.

  • 333

O que fazia com 251 rupias? Na Índia, este montante equivalente a 3,3 euros já chega para comprar um telemóvel. Mesmo para os padrões de consumo indianos, o preço assume contornos de pechincha – e por isso, o site da Ringing Bell ficou inoperacional pouco depois do início do período de encomendas do novo Freedom 251. De acordo com a BBC, o site da empresa da marca indiana chegou a contabilizar mais de 600 mil visitas por segundo nos momentos que se seguiram ao lançamento.

A entrega dos terminais móveis só deverá ocorrer dentro de quatro meses. Quem não conseguiu fazer a encomenda dentro das poucas horas em que o site da empresa funcionou poderá já não ter muitas mais oportunidades para o fazer.

A Ringing Bell simplesmente deixou de aceitar mais encomendas para este telemóvel que tem notórias semelhanças estéticas com um iPhone e que alguns jornalistas indianos alegam ser um produto vindo diretamente da China (há mesmo relatos que dão conta de modelos de teste com a marca Ringing Bell pintada a branco por cima da marca chinesa Adcom).

O terminal está equipado com um ecrã de quatro polegadas; um processador quadcore de 1,3 GHz, 1 GB de RAM, armazenamento de 8 GB, e câmaras de 3,2 MP e 0,3 MP.

A Ringing Bell é uma das várias marcas de telemóveis que têm vindo a conquistar quotas de mercado avolumadas na Índia, tirando partido da descida de preços dos componentes usados em telemóveis e smartphones. Os especialistas não têm muitas dúvidas de que as 251 rupias agora anunciadas não são só recorde mundial – são também um preço imbatível para qualquer fabricante que pretenda criar uma alternativa igualmente barata.

«É totalmente impossível produzir um smartphone a (um preço equivalente a) quatro dólares. Na melhor das hipóteses, esses quatro dólares dão para pagar a caixa e o transporte do telemóvel», assevera Ben Wood, analista da consultora CCS Insight, em declarações reproduzidas pela Cnet. Na Reuters, as declarações de Tarun Pathak, analista da consultora da Counterpoint Technology, também lançam a suspeita sobre o preço do Freedom 251: «Parece altamente subsidiado pela empresa e não é muito claro que isto seja sustentável».

Antes destas declarações, a associação da indústria das redes celulares na Índia já havia feito as contas. E chegou à conclusão que não é possível produzir telemóveis compatíveis com as redes 3G que tenham preços inferiores a 2700 rupias (mais de 35 euros). Estas 2700 rupias quase dariam para comprar um terminal 4G da Ringing Bell, que esteve à venda por 2999 rupias (cerca de 39 euros).

  • 333