exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

ZTE: relações difíceis com os EUA

A ZTE, tal como já aconteceu a outros fabricantes tecnológicos chineses, enfrenta dificuldades em vender nos EUA, essencialmente devido a receios de espionagem. Agora, as autoridades vão impor ainda mais restrições.

  • 333

A Reuters avança que o US Commerce Department quer aplicar restrições à ZTE, alegadamente para punir a empresa por vender os seus aparelhos no Irão, Sudão, Coreia do Norte, Síria e Cuba. As novas regras nos EUA vão implicar que os fornecedores americanos da ZTE tenham de apresentar uma permissão extra para fazer negócios com a empresa chinesa e que essas permissões provavelmente não irão ser passadas.

A ZTE não comentou oficialmente o assunto, mas já tinha dito anteriormente que iria reduzir o volume de negócios com o Irão, exatamente para evitar qualquer problema. Recorde-se que alguns dos parceiros americanos da ZTE são empresas como a Intel ou a Microsoft e estas proibições irão possivelmente afetar a produção mundial da companhia.

As restrições dos EUA entram em vigor a partir do dia 8 de março e são consideradas como um peso significativo nas trocas comerciais com a ZTE, descreveu um funcionário do US Commerce Department.

  • 333