exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Pequenos drones não ameaçam aviões

Um estudo da George Mason University concluiu que apenas 3% das colisões entre pequenos drones e aviões resultariam em danos.

  • 333

Os investigadores usaram dados de colisões entre pássaros de dimensões semelhantes aos pequenos drones domésticos e aviões comerciais. Este estudo concluiu que o risco de um drone conseguir danificar um avião «mínimo», noticia a BBC. Apenas três em cada cem colisões resultaram em danos e um número ainda mais reduzido resultou em ferimentos em humanos.

Os autores deste estudo concluem que as aves representam uma ameaça maior, no sentido em que o céu dos EUA é atravessado por dez mil milhões de aves e o número de colisões tem sido raro. Em 25 anos, houve 160 mil colisões registadas, das quais 14314 causaram danos. Oito em cada dez destas situações foram causadas por gansos e abutres, aves muito maiores do que os convencionais drones domésticos.

Mais de 97% das colisões entre pequenas aves do tamanho dos drones comerciais não resultaram em qualquer dano para o avião. «Um incidente com danos deve acontecer a cada 1,87 milhões de tempo de voo de drones de 2 kgs», concluíram os investigadores.