exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

FBI terá recorrido a hackers para criar aparelho que desbloqueia iPhones

As últimas informações sobre o caso FBI vs Apple indicam que a polícia federal americana terá recorrido a um dispositivo para desbloquear o iPhone do atirador de San Bernardino.

  • 333

Novas informações sobre o processo de desbloqueio do iPhone do atirador de San Bernardino vêm alterar por completo o que se julgava saber sobre o caso. Até agora as informações davam como certo que o desbloqueio do iPhone tinha sido conseguido com a colaboração da empresa de segurança israelita Cellebrite, uma prestadora de serviços do FBI.

Mas, de acordo com uma reportagem do Wahsington Post, o sucesso do FBI terá ficado a dever-se a outro tipo de ajuda: um grupo de hackers, que descobriu pelo menos uma brecha de segurança no iOS, o sistema operativo dos smartphones da Apple. Segundo as fontes do jornal norte-americano, esta falha terá sido usada para construir um dispositivo de hardware capaz de descodificar o PIN de segurança sem despoletar o sistema do iOS, que elimina todos os dados ao fim de um determinado número de tentativas erradas de introdução da palavra-passe do utilizador.

Estas informações podem significar que o FBI já tem um aparelho capaz de desbloquear iPhones. Até porque já é público que agência já tinha aceitado desbloquear outro iPhone de um caso relacionado com um assassinato. Não se sabe qual o modelo deste iPhone, mas o próprio diretor do FBI, James Comey, já tinha referido oficialmente que a técnica encontrada pelo FBI apenas funciona com o iPhone 5C com o sistema operativo iOS 9.

Resta saber se o FBI continua a trabalhar na evolução da ferramenta e se a Apple vai lançar alguma atualização para eliminar a referida brecha de segurança

  • 333