exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Ford testa carro autónomo no deserto e à noite

A Ford quer mostrar que o sensor Lidar usado nos Fusion autónomos pode ter um desempenho melhor do que o dos condutores humanos, se for usado em fracas condições de visibilidade.

  • 333

A Ford anunciou os resultados de uma bateria de testes feitos aos carros Fusion, autónomos, durante a noite no deserto. A fabricante quer contrariar a noção de que os carros só conseguem “andar” sozinhos em ótimas condições de visibilidade. Segundo a Ford, à noite e no deserto, o sensor Lidar usado nos Fusion permitiu um desempenho mais fiável do que se fossem humanos a conduzir, noticia o Ars Technica.

Wayne Williams, um dos investigadores envolvidos, explica que «dentro do carro, sente-se o movimento, mas lá fora só se vê escuro. Consegui acompanhar o progresso do carro em tempo real monitorizando através de um computador». No fim, o carro manteve a trajetória que estava programada, melhor do que faria um humano.

O sistema dos Fusion conjuga um sensor Lidar com mapas de alta resolução, o que dificulta a condução autónoma em sítios onde não existam mapas com tanto detalhe.