exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Uber testa multas a passageiros atrasados

A Uber vai testar penalizações para os passageiros que se atrasem depois de pedir um veículo em quatro cidades dos EUA. O objetivo é otimizar o sistema e a solução passa por multas.

  • 333

A decisão de penalizar o cliente poderá ficar a cargo do condutor: caso o passageiro se atrase mais do que dois minutos a entrar no carro, pode incorrer numa multa ou correr o risco de que o veículo se vá mesmo embora. Este novo sistema vai ser testado em Nova Iorque, Nova Jérsia, Dallas e Phoenix, noticia o The Guardian.

Os motoristas vão poder cancelar a viagem se o passageiro não comparecer no local combinado e atrasar-se mais do que cinco minutos. Em caso de cancelamento, o condutor recebe uma taxa, sobre a qual a Uber retira 20%. Em Nova Iorque, por exemplo, a taxa será de dez dólares, dos quais o motorista recebe 80%.

Esta nova política refere que o condutor pode começar a cobrar um montante por minuto de atraso do cliente e ainda cancelar a viagem a qualquer altura se o passageiro não estiver pronto.

Para já tudo não passa de um teste, em apenas quatro cidades nos EUA, mas as alterações podem replicar-se em breve para todo o mundo.