exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Exclusiph: como a editora de Pixies e National passou a usar software português

A Musikki captou um investimento de 900 mil euros junto da Portugal Ventures. Agora, é chegada a hora de anunciar acordos com a 4AD e a Secretly Group para o uso da ferramenta Exclusiph

  • 333

Hugo Séneca

A Exclusiph não faz muita coisa – mas aparentemente faz bem aquilo para que foi desenhada. A lista de clientes da plataforma serve de prova: à data do anúncio de lançamento, a ferramenta criada pela Musikki com o propósito de facilitar a disseminação de conteúdos já conta com clientes como as editoras Turbina e Murmúrio, e ainda a Secretly Group e a 4AD (conhecida pela edição dos trabalhos de Pixies, The National ou Bon Iver).

A Musikki refere ainda que se encontra em conversações com algumas das maiores editoras do mundo, com o propósito de alargar o número de clientes desta nova ferramenta, que foi aperfeiçoada mediante testes levados a cabo com a 4AD.

Em comunicado, a startup que tem vindo a desenvolver o negócio a partir dos escritórios instalados no Porto e em Londres explica o principal atrativo da nova ferramenta: «A plataforma Exclusiph permite a distribuição de imagens para todos os canais de distribuição com o upload de apenas um ficheiro. Ao submeter um ficheiro de alta resolução, por exemplo TIFF, o Exclusiph gera automaticamente a imagem para impressão, download digital e embed. Créditos, metadados de música e conteúdos relacionados como press releases, links de vídeos e de áudio podem ser todos adicionados aos ficheiros de imagem, tornando o Exclusiph a ferramenta perfeita para a promoção de um álbum».

Além da nova ferramenta, a Musikki dá ainda notícia da captação de um investimento de 900 mil euros junto da Portugal Ventures. A startup portuguesa estreou-se no circuito comercial com o lançamento de uma ferramenta que funciona como um repositório de informação sobre os mais variados trabalhos da indústria musical – e que viria a ser alcunhado de «IMDB da música».

No vídeo promocional que se encontra integrado nesta página, a Musikki refere ainda que a nova ferramenta poderá revelar-se igualmente útil na promoção de trabalhos e protagonistas das áreas da Arte, Desporto ou Moda.

  • 333