exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Impresa avança com aceleradora de startups

A Microsoft Portugal vai atuar como parceiro tecnológico da aceleradora de startups de Média que a Impresa vai desenvolver em breve

  • 333

Hugo Séneca

Francisco Pedro Balsemão, CEO da Impresa, e João Couto, diretor-geral da Microsoft Portugal, durante a assinatura do acordo para a criação de uma aceleradora de startups da área dos Média

Francisco Pedro Balsemão, CEO da Impresa, e João Couto, diretor-geral da Microsoft Portugal, durante a assinatura do acordo para a criação de uma aceleradora de startups da área dos Média

Luis Coelho

A Impresa e a Microsoft assinaram um acordo para a criação de uma aceleradora de startups que pretendam desenvolver projetos na área dos Média. O acordo foi assinado esta quinta-feira no âmbito do programa Ativar Portugal Startups, que foi lançado pela Microsoft em 2015, com o propósito de potenciar o crescimento de startups de base tecnológica.

“Esta parceria representa um marco importante para a Impresa na área da inovação, que integra a nossa estratégia. Estou certo que surgirão projetos interessantes e rentáveis para o Grupo. Quero agradecer à Microsoft o apoio para o desenvolvimento desta iniciativa, que será um sucesso”, afirma Francisco Pedro Balsemão, CEO do Grupo Impresa (detentor da Exame Informática, Expresso, SIC, Visão, entre outros títulos) em comunicado.

De acordo com o protocolo agora assinado, a Microsoft deverá assumir as funções de parceiro tecnológico, com especial destaque para as tecnologias de cloud computing e apoio de mentoria junto dos criadores das startups.

«O lançamento da aceleradora de Startups em Media permitirá à Impresa e à Microsoft Portugal dinamizar a inovação no sector dos Media, contribuindo para a inovação na oferta de produtos e serviços da Impresa. Além da aceleradora de “startups”, a Impresa e a Microsoft Portugal pretendem fomentar a colaboração das suas equipas em áreas de Inovação tecnológica importantes para o grupo», refere o comunicado da Impresa.

  • 333