exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Facebook processado por ataques na Palestina

Familiares das vítimas de ataques na Palestina processaram o Facebook e pedem uma indemnização de mil milhões de dólares.

  • 333

O Facebook está a ser acusado de facilitar o trabalho a terroristas que usam a rede social para coordenar as suas operações, nomeadamente os ataques na Palestina. Cinco famílias americanas alegam que a rede social fornece suporte material e recursos aos grupos terroristas como o Hamas e pretendem receber uma indemnização devido às vítimas mortais desses ataques.

A Cnet cita parte da acusação, onde se lê que o «Facebook tem um papel essencial na capacidade de o Hamas prosseguir as suas atividades terroristas». Os membros das redes terroristas terão usado os seus próprios perfis para organizar os ataques na Palestina.

Os queixosos alegam ainda que o Facebook tem a solução tecnológica para impedir estas comunicações, mas que não o faz porque não quer.

Ainda não foi emitido qualquer comentário do Facebook a este processo judicial.

  • 333