exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Mercado de smartwatches perde 32%

A diminuição no número de remessas mundiais de relógios inteligentes no segundo trimestre deste ano foi significativa. Contudo, a IDC mantém-se otimista para o próximo ano e espera que a entrada de marcas como a Tag Heuer neste mercado contribua para o regresso ao crescimento.

  • 333
Paulo Matos

Paulo Matos

Jornalista

Os números preliminares da IDC não são simpáticos para o mercado mundial de smartwatches: uma queda de 32% quando comparamos os dados do segundo trimestre deste ano com os de 2015. Neste período, as remessas foram de 3,5 mil milhões de unidades, ou seja, menos 1,6 mil milhões do que os 5,1 mil milhões registados no mesmo trimestre do ano passado.

A expectativa dos analistas da IDC é que o mercado de smartwatches volte a crescer no próximo ano. Uma das razões para tal é a entrada gradual de marcas como a Casio, Fossil e Tag Heuer neste segmento, que, de acordo com a consultora, serão capazes de dar resposta aos consumidores que procuram relógios inteligentes com uma maior componente de design e funcionalidade, por exemplo.

Em termos de fabricantes, a Apple mantém uma liderança clara no mercado dos smartwatches, apesar de ter perdido quota em relação ao ano transato. A Samsung mantém a segunda posição e conseguiu encurtar distância para o líder. Na terceira posição do pódio está a Lenovo, enquanto a LG e a Garmin fecham o top 5, sendo que todas conseguiram aumentar a quota de mercado.

Quota de mercado mundial dos fabricantes de smartwatches no 2º trimestre de 2016

1º) Apple – 47%

2º) Samsung – 16%

3º) Lenovo – 9%

4º) LG – 8%

5º) Garmin – 4%