exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Mercado de PCs na Europa: HP aumenta vantagem sobre Lenovo e Dell

Os números da IDC indicam que o mercado de PCs na Europa Ocidental perdeu apenas 0,8% no 2º trimestre, ficando acima das expectativas. Não houve mudança no top 3 de maiores fabricantes, mas a HP ganhou terreno aos mais diretos competidores e a Asus encostou-se à Dell.

  • 333
Paulo Matos

Paulo Matos

Jornalista

As remessas de PCs na EMEA (região que abarca a Europa, Médio Oriente e África) chegaram aos 16,1 milhões de unidades no 2º trimestre deste ano, o que, apesar de significar um decréscimo de 4,7% quando comparado com o período homólogo de 2015, é visto como um desempenho acima do esperado pela consultora IDC. Esmiuçando a análise por regiões, verifica-se que a Europa Ocidental perdeu 0,8%, enquanto a Europa Central e de Leste diminui 8,5%. Já o Médio Oriente e África decresceu 13.3%.

Os portáteis destacaram-se pela boa performance, crescendo 4,1% na Europa Ocidental. O resultado foi particularmente positivo no segmento empresarial, onde subiu 10,5% em relação ao período homólogo do ano passado. Os desktops, por sua vez, perderam 10% na EMEA.

No que diz respeito aos fabricantes, a HP mantém a liderança na EMEA, conseguindo até aumentar a quota de mercado, algo que a Lenovo e a Dell – segunda e terceira classificadas, respetivamente – não conseguiram fazer. A quarta posição é ocupada pela Asus, que registou um trimestre particularmente positivo e chegou ao mesmo valor da Dell. A Acer fecha o top 5 e mantém praticamente a mesma quota do ano passado. No sexto lugar está a Apple, enquanto Fujitsu e Toshiba, que estão focadas no segmento empresarial, ocupam o 7º e 8º lugar, respetivamente. MSI e Wortmann fecham o top 10.

Quota de Mercado em PCs na EMEA no 2º trimestre:

1º) HP – 25,4%

2º) Lenovo – 19,4%

3º) Dell – 11,6%

4º) Asus – 11.6%

5º) Acer – 8,9%

  • Mercado de PCs perde 4,5%. E isso é uma boa notícia

    Mercados

    O mercado de PCs continua a viver momentos difíceis, mas a queda registada no segundo trimestre deste ano foi menor do que os 7,4% que se esperavam. Os quatros maiores fabricantes ganharam quota de mercado e a diferença que separa Lenovo e HP está apenas nos 0,4%.

  • Mercado de smartwatches perde 32%

    Mercados

    A diminuição no número de remessas mundiais de relógios inteligentes no segundo trimestre deste ano foi significativa. Contudo, a IDC mantém-se otimista para o próximo ano e espera que a entrada de marcas como a Tag Heuer neste mercado contribua para o regresso ao crescimento.

  • Lenovo cresce 41,5% no mercado de consumo em Portugal

    Mercados

    Número um mundial, número dois na Europa, número três em Portugal – eis os resultados da Lenovo no mercado de PCs. Contudo, se analisarmos unicamente os dados referentes ao segmento de consumo do mercado nacional, o fabricante chinês é a segunda maior marca, com uma quota de 18,2%.

  • Portátil vs desktop

    Testes

    Afinal, serão os portáteis já tão poderosos quanto os desktop? Como se comportam as versões móveis dos processadores e das placas gráficas comparativamente às versões desktop? As respostas neste tira-teimas