exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Google intimada a pagar 400 milhões de dólares na Indonésia

A Google recebeu uma nota de cobrança relativa a impostos que, alegadamente, ficaram por pagar nos últimos cinco anos na Indonésia. As autoridades locais estimam que, no ano passado, a Google tenha pago impostos inferiores a 0,1% da faturação

  • 333

Prossegue a saga da cobrança de impostos em falta a gigantes das tecnologias. Desta vez a nota de cobrança foi enviada pelo governo indonésio para os escritórios da Google. Em causa estão 400 milhões de dólares (cerca de 358 milhões de euros) relativos a cinco anos de impostos que, alegadamente, ficaram por pagar. De acordo com os peritos do fisco indonésio, os impostos pagos pela Google no ano passado ficaram abaixo de 0,1% dos lucros do ano passado.

A notícia de cobrança de 400 milhões de dólares surgiu na sequência de um diferendo entre as autoridades indonésias e a Google AsiaPacific, que concentra a contabilidade e os deveres fiscais de várias delegações da Alphabet (empresa que controla a Google). A Google recusou sempre as auditorias com propósitos fiscais.

Ouvido pela Reuters, Muhammad Hanif, do fisco indonésio, terá recorrido, de forma indevida, a denominado planeamento fiscal que terá permitido desviar para geografias para favoráveis os impostos relativos a negócios efetuados noutros países. «O planeamento fiscal é legal, mas o planeamento fiscal agressivo – que permite fazer com que o país onde é feito o negócio nada recebe – é ilegal».

Apesar da recusa em ser auditada, a Google reitera que tem os compromissos fiscais e dia e está disposta a cooperar com as autoridades indonésias.