exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Afinal, o que se passa com o WhatsApp na Alemanha?

As autoridades alemãs não gostaram das recentes alterações na política de privacidade do WhatsApp e orderam que fossem apagados os dados e números de mais de 35 milhões de utilizadores.

  • 333

Exame Informática

O Facebook tinha anunciado que iria começar a receber os dados dos utilizadores do WhatsApp, incluindo os números de telefone, com o objetivo de oferecer publicidade mais direcionada. Embora existisse a possibilidade de impedir a partilha de dados para fins publicitários, não havia forma de impedir que os dados fossem partilhados entre as duas empresas. A entidade de proteção de dados na Alemanha ordenou que o Facebook parasse de colecionar os dados do WhatsApp e apagasse tudo o que já tinha guardado até agora, noticia o The Guardian.

As autoridades alemãs relembram que, aquando da compra do WhatsApp em 2014, as duas empresas comprometeram-se em não partilhar os dados dos utilizadores. «Têm de ser os utilizadores a decidir se querem conectar a sua conta com o Facebook. O Facebook tem de pdir autorização primeiro», explica o Comissário para Proteção de Dados na Alemanha, Johannes Caspar.

O porta-voz do Facebook revela que a empresa está a cumprir a legislação europeia no que diz respeito à proteção de dados e que estão a trabalhar com as autoridades de Hamburgo para responder às questões e resolver quaisquer preocupações.

Ainda não foi tornado pública a informação sobre se o Facebook já terá apagado os dados que entretanto recebeu do WhatsApp na Alemanha.

  • 333