exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Regulador espanhol quer investigar partilha de dados entre WhatsApp e Facebook

A revelação de que o WhatsApp iria começar a partilhar dados com o Facebook ainda não foi bem aceite. Depois de os alemães e italianos, também os reguladores espanhois vão olhar melhor para esta partilha.

  • 333

Aquando da compra por parte do Facebook, os responsáveis pelo WhatsApp e pelo Facebook garantiram que os dois serviços iriam manter-se independentes e que não haveria lugar à transmissão de dados. A decisão da partilha de dados foi anunciada em agosto deste ano e causou muitas reações negativas. Agora, a AEPD, agência espanhola de proteção de dados, revelou que irá investigar a estratégia de partilha de dados e até lá aconselhou os utilizadores a lerem com atenção os termos e condições, antes de aceitarem. A agência explica ainda como alterar as definições do WhatsApp enquanto decorrem as investigações, noticia o ArsTechnica.

Na Alemanha, o Facebook recebeu ordem para apagar os dados de 35 milhões de utilizadores do WhatsApp que teria recebido. Em Itália, o Garante Privacy anunciou também a abertura de uma investigação formal. Também no Reino Unido, houve demonstrações de preocupação com esta estratégia das duas empresas: «As alterações que o WhatsApp e o Facebook estão a fazer afetam muitas pessoas. Alguns podem considerar que isto lhes dará um melhor serviço, mas outros preocupam-se com a falta de controlo. O nosso papel é olhar para trás da cortina deste tipo de operações e assegurar-nos que as empresas estão a ser transparentes com o público em relação à forma como os dados estão a ser partilhados», afirmou Elizabeth Denham, comissária de informação do Reino Unido.

  • 333