exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Samsung não quer pagar todos os danos causados pelos Note 7

Há relatos de utilizadores que viram as suas casas afetadas pela explosão de um Galaxy Note 7 a quem a Samsung já terá recusado qualquer indemnização.

  • 333

Exame Informática

Cerca de 100 utilizadores queixaram-se de que o seu smartphone Galaxy Note 7 terá sobreaquecido ao ponto de explodir. A Samsung decidiu recolher todos os 2,5 milhões de equipamentos comercializados e suspender a produção do aparelho. Este processo, dada a complexidade, parece estar a correr bem.

No entanto, o The Guardian noticia que pelo menos três utilizadores terão recebido uma nega por parte da Samsung, quando reportaram que as suas casas tinham sido danificadas pela explosão do telefone.

Um homem alegou que as chamas, fumo e “químicos” danificaram o seu quarto e pedia nove mil dólares para as obras necessárias. Num segundo caso, um bombeiro da Carolina do Sul diz que parte da sua casa ardeu devido ao Note 7, tendo ficado destruída a garagem, o seu carro, a instalação elétrica e algumas heranças preciosas. A Samsung terá comprometido a pagar o hotel e refeições a este bombeiro, mas a seguradora Samsung Fire and Marine terá agora recusado esse pagamento. Por último, um homem do estado da Virgínia alega que a explosão do telefone terá afetado a sua mesa de cabeceira e diz que os funcionários da Samsung só tinham interesse em recuperar o telefone. Nenhum dos três utilizadores entregou o telefone e recusam-se a fazê-lo enquanto não receberem o montante exigido.

A Samsung não comentou oficialmente esta questão.

  • 333