exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Afinal, bebés podem ver tablets antes dos dois anos

A American Academy of Pediatrics reviu as recomendações sobre a exposição de crianças a ecrãs de tablets e telefones que estavam em vigor desde 1999. O videochat antes dos 18 meses pode trazer efeitos benéficos.

  • 333

Exame Informática

A regra “ditava” que antes dos dois anos, as crianças não deviam poder olhar para o ecrã dos tablets. No entanto, os profissionais de pediatria dos EUA reviram estas recomendações, emitidas em 1999, e ajustam agora o foco não para o que está a ser mostrado, mas para quem está na sala.

Assim, os bebés com menos de 18 meses podem participar em conversas via FaceTime ou Skype e usar esse tempo para brincar e conviver, por exemplo, com avós ou tios. Há um estudo que demonstra que bebés com seis meses conseguem benefícios emocionais ao participar nestas conversas com os avós.

Para as crianças que tenham entre os 15 meses e os dois anos, há pequenos estudos isolados que concluem que há uma maior facilidade de aprendizagem de palavras através de vídeos mostrados em tablets, desde que exista uma supervisão próxima dos pais na sala.

Por outras palavras, o vídeo ou a app devem ser encarados como um livro de imagens. Sob outra perspetiva, há estudos que demonstram que as crianças que começam cedo a ver televisão, podem demonstrar maiores atrasos na aprendizagem da linguagem. No entanto, os profissionais de pediatria consideram que esses atrasos verificam-se nos casos em que as crianças são deixadas sozinhas a ver TV, concluindo que se o tempo for passado com os pais na sala, pode até ter benefícios.