exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Hoverboard explode e casal processa Amazon em 30 milhões de dólares

A casa da família Fox estava avaliada em um milhão de dólares e ficou completamente destruída depois de um hoverboard explodir. Agora, uma vez que não se encontra o vendedor, as vítimas processaram a Amazon.

  • 333

Exame Informática

Brian e Megan Fox compraram o hoverboard no Natal do ano passado e, em janeiro, o aparelho terá explodido e incendiado toda a casa em apenas alguns minutos. Os filhos do casal tiveram de saltar pela janela, no primeiro andar e ficaram com alguns ferimentos ligeiros. Brian Fox, o pai, terá também sofrido alguns ferimentos.

Agora, e uma vez que a W-Deals que vendeu o equipamento, não pode ser encontrada, o casal processou a Amazon e pede 30 milhões de dólares de indemnização. Segundo a legislação local, se o fabricante não puder ser localizado, o vendedor terá de assumir a responsabilidade. A W-Deals será uma empresa fictícia, cuja morada da sede é um apartamento em Brooklyn, que vendeu as hoverboards alegando que as baterias seriam originais da Samsung, o que não se verifica, explica o ArsTechnica.

A casa da família Fox estava avaliada em um milhão de euros, os bens destruídos valiam quase dois milhões de dólares e o restante é pedido como forma de indemnização por ferimentos e danos emocionais causados com todo o incidente.

  • 333