exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Obama não pode perdoar Snowden

Apesar de reconhecer que Edward Snowden levanta o véu sobre preocupações legítimas, o presidente dos EUA diz que não se pode perdoar quem não se apresentou em tribunal.

  • 333

Exame Informática

Em entrevista ao Der Spiegel, Obama não fugiu às perguntas sobre os planos para Edward Snowden, o ex-analista que revelou programas de espionagem em massa sobre os cidadãos. Desde aí, Snowden tem estado exilado e foi até o mote de inspiração para um filme realizado por Oliver Stone. Na sequência da estreia do filme, surgiu uma petição em favor do perdão presidencial.

O presidente Obama diz que «não posso perdoar alguém que não se apresentou nos tribunais, pelo que não se pode comentar por agora (...) quando se apresentar às autoridades e revelar os seus argumentos ou deixar os seus advogados argumentarem, aí a questão coloca-se», cita o Ars Technica.

Não deixa de ser curioso que Obama tenha dito que «não pode» e não que «não vai» perdoar o ex-analista. Os defensores de Snowden dizem que o presidente pode perdoar qualquer pessoa, mesmo que não se apresente em tribunal.

  • 333