exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Gooligan, o malware que afeta mais de um milhão de contas Google

Uma empresa de segurança descobriu um malware encontrado em lojas de aplicações que não a Play Store e que é capaz de infetar 74% dos Android existentes atualmente.

  • 333

Exame Informática

O Gooligan é o código malicioso encontrado em 86 aplicações presentes nas lojas de apps que não a Play Store oficial. Este malware faz root ao dispositivo e ganha privilégios de administrador sobre os Android 4 (ICS, Jelly Bean e KitKat) ou 5 (Lollipop). Os dispositivos que forem alvo deste root depois roubam os tokens de acesso a vários serviços da Google, como é o caso do Gmail, Google Photos, Docs, Play, Drive ou G Suite, noticia o Ars Technica.

Investigadores da Check Point Software Technologies explicam os objetivos destes hackers podem passar também pela instalação não autorizada de outras apps, de forma a aumentar-lhes a popularidade na Play Store ou instalar adware para gerar receitas adicionais.

A Google já fez saber que está a trabalhar de perto com a Check Point no sentido de encontrar uma solução. Para já, não há evidências de que os dados das contas comprometidas tenham sido acedidos.

Veja nesta página se a sua conta foi afetada.