exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Panasonic mostra cesto de compras futurista

Ainda não passa de um protótipo e apenas implementado numa loja, mas a Panasonic promete um cesto de compras que analisa os artigos, embala-os e apresenta a conta no final, sem qualquer intervenção humana.

  • 333

Exame Informática

O cesto de compras resulta de uma parceria com a Lawson e vai estar disponível numa loja em frente à sede da Panasonic, em Osaka. O protótipo é um sistema que está integrado num cesto de compras que consegue detetar quais os itens que vão sendo adicionados e, no final do processo de compra, coloca-os dentro de um saco e apresenta a conta. O “truque” passa por um fundo que se desloca, pousando os artigos suavemente dentro dos sacos.

Para já, segundo o Wall Street Journal, o utilizador ainda tem de digitalizar todos os itens manualmente antes de os colocar no cesto, mas a ideia é que o Regirobo final integre etiquetas eletrónicas que sejam “lidas” automaticamente.

Em caso de sucesso, a Panasonic promete começar a comercializar a solução em 2018.

  • 333
  • Samsung vence Apple no Supremo Tribunal dos EUA

    Mercados

    O Supremo Tribunal dos EUA tomou uma decisão unânime – mas a Apple e a Samsung estão longe da unanimidade quando leem o mesmo acórdão. A Samsung não foi ilibada da acusação de cópia do iPhone, mas vai pagar uma indemnização bem menor.

  • Facebook permite denunciar notícias falsas

    Mercados

    Desde as eleições presidenciais dos EUA, o Facebook tem recebido críticas por ser um veículo para notícias falsas, com o poder de mudar opiniões. Agora, sabe-se que há uma opção que permite ao utilizador denunciar estes conteúdos.

  • Plataforma que gere compras das Forças Armadas, Fisco e ESPAP proibida de operar

    Mercados

    O Instituto dos Mercados Públicos, do Imobiliário e da Construção retirou a autorização à empresa que gere a marca Gatewit para suportar concursos públicos através de plataformas eletrónicas. A decisão foi tomada na sequência de auditorias realizadas pelo próprio IMPIC e pelo Gabinete Nacional de Segurança. Em abril, a plataforma usada pela Entidade de Serviços Partilhados da Administração Pública foi alvo de um ataque de hackers. Há 140 concursos que vão mudar de plataforma eletrónica.