exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Apple tenta evitar pagar 13 mil milhões em impostos

A marca da “maçã” decidiu recorrer da decisão das autoridades europeias, que a condenaram a pagar mais de 13 mil milhões de euros em impostos. Entidades irlandesas, norte-americanas e a própria Apple discordam.

  • 333

Exame Informática

A Comissão Europeia avançou com mais pormenores sobre a decisão de que a Apple devia pagar 13 mil milhões de euros em impostos, por ter recebido um tratamento preferencial do governo irlandês. Segundo os responsáveis europeus, a Apple pagou apenas 3,8% sobre os 200 mil milhões de dólares de lucros fora dos EUA nos últimos dez anos.

Entre as provas apresentadas, está uma gravação de uma reunião entre um conselheiro fiscal e a Apple, datada de 1990, em que se discute um teto perfeitamente arbitrário de quantos impostos devia a marca pagar, em moeda local. No ano anterior, a empresa lucrou 270 milhões de dólares e ficou decidido que apenas 30 a 40 milhões seria taxados.

Agora, a Apple diz que é um «alvo conveniente» e que vai recorrer desta decisão. Nos EUA, a administração Obama colocou-se do lado da empresa e diz que a União Europeia está a tentar ganhar dinheiro à custa de empresas e negócios norte-americanos. Resta perceber como irá continuar a discussão e como o desfecho pode afetar as relações entre o “velho continente” e os EUA quando Trump for presidente.