exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Carlos Cabreiro nomeado para diretor da nova unidade de combate ao cibercrime da PJ

Um despacho publicado no Diário da República acaba de confirmar o nome do diretor da Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica

  • 333

Carlos Cabreiro, até agora coordenador da Secção de Investigação da Criminalidade Informática da Direção de Lisboa e Vale do Tejo da PJ, vai assumir a direção da nova Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica (UNC3T). A nomeação foi confirmada hoje em Diário da República.

Sendo um dos coordenadores das equipas da PJ para a área do cibercrime, Carlos Cabreiro perfilou-se desde o início como um dos nomes mais prováveis para a direção da UNC3T. O novo diretor da UNC3T é licenciado em Direito e com uma pós-graduação em guerra de informação. Entrou para a PJ em 1993, tendo começado por desempenhar funções Direção Central de Investigação de Corrupção Fraudes e infrações Económico-Financeiras.

De acordo com o decreto-lei publicado no Diário da República em novembro, a UNC3T terá como função a prevenção e a investigação do cibercrime em Portugal, com recurso agentes especializados na investigação na área digital. O raio de ação da UNC3T é alargado: devassa, respeito pela lei de proteção de dados, direitos de autor, burla, pagamentos, manipulação ilegítima de pagamentos, ou espionagem figuram na lista de crimes que a nova Unidade será chamada a investigar sempre que recorram a meios eletrónicos.

  • 333