exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Fiat Chrysler também usou software para falsear as emissões

O caso da Volkswagen teve consequências, mas ainda não chegou ao fim e as autoridades dos EUA já notificaram a Fiat Chrysler da suspeita de utilização de software para adulterar as emissões de gases poluentes de alguns modelos.

  • 333

Exame Informática

A EPA, agência ambiental dos EUA, alertou a Fiat Chrysler de que desconfia que o fabricante tenha usado software para alterar as emissões do Jeep Grand Cherokee fabricados entre 2014 e 2016 e também do Dodge RAM com motor 3.0. Ao todo, mais de 104 mil veículos da marca terão este software instalado e estarão em circulação nos EUA, noticia a Popular Science. A EPA desconfia que mais fabricantes tenham feito o mesmo.

Os responsáveis da Volkswagen admitiram que utilizaram este software porque não seriam capazes de construir um motor diesel que respeitasse os limites das emissões e que fosse rápido o suficiente.

O CEO da Fiat Chrysler Sergio Marchionne já desmentiu as alegações da EPA.