exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Facebook começou a filtrar notícias falsas na Alemanha

Depois das acusações de ter sido um veículo de notícias falsas durante as presidenciais norte-americanas e que viraram o resultado a favor de Donald Trump, o Facebook está a reagir e há relatos de que vai estrear ferramentas de verificação na Alemanha.

  • 333

Exame Informática

O Facebook vai estrear uma ferramenta para verificação de notícias falsas na Alemanha, a tempo das eleições federais marcadas para este ano, naquele país. Os utilizadores que desconfiem que algum conteúdo é falso, podem marcá-lo para ser enviado para uma organização sem fins lucrativos chamada Correctiv que irá validar a informação. Caso seja mesmo falso, o artigo fica marcado e aparece uma explicação da Correctiv a justificar como chegou a essa conclusão, noticia o The Next Web.

Os utilizadores que tentem partilhar notícias falsas vão também receber um alerta de que o conteúdo que estão a difundir não é verdadeiro. Por fim, este tipo de notícias, depois de identificadas e marcadas, vai aparecer no fundo dos feeds, reduzindo-se a probabilidade de serem vistas.

Um porta-voz do Facebook confirmou que o foco inicial será a Alemanha, mas que a empresa quer alargar estas ferramentas a outros países. Angela Merkel vai enfrentar um partido anti-imigração que tem vindo a crescer bastante nos últimos tempos, numas eleições que se adivinham bastante disputadas.

  • 333