exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Inteligência Artificial deve ajudar trabalhadores e não causar despedimentos, diz Microsoft

O CEO da Microsoft, Satya Nadella, explicou a sua perspetiva sobre a Inteligência Artificial e defende que a tecnologia não deve ser usada para substituir os trabalhadores, mas sim ajudá-los.

  • 333

Exame Informática

Este ano deve marcar a democratização e aumento de popularidade das soluções de Inteligência Artificial. Segundo o responsável máximo da Microsoft, as empresas devem usar esta tecnologia para ajudar os funcionários a gerir melhor o seu tempo e não como substituta dos postos de trabalho humanos, noticia a Bloomberg.

Nadella é CEO da Microsoft há quatro anos e assistiu ao duplicar de receitas dos serviços de cloud computing Azure e ajudou a expandir o software da empresa para estar presente no Windows e noutros ecossistemas, como a Apple ou a Google.

A Japan Airlines, por exemplo, usa tecnologias holográficas da microsoft para simular motores e ensinar os técnicos a repará-los e a McDonald’s já usa sistemas da Microsoft nos drive-through, para garantir que os pedidos são registados corretamente, mesmo em ambientes ruidosos. Estas duas decisões já terão colocado alguns funcionários na rua, certamente.

A intenção de Nadella é louvável, mas não deixa de ser fácil constatar que a aplicação de Inteligência Artificial na automação e nas fábricas já coloca em causa os empregos humanos e contribui para um aumento de produtividade nas empresas.

  • 333