exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Qualcomm rejeita acusações da Apple

A gigante dos componentes foi acusada de aproveitar a sua posição de exclusividade para aumentar os preços das licenças de patentes. A Qualcomm refuta as acusações e e diz que a Apple quer denegrir os acordos e negociações já realizados.

  • 333

Exame Informática

A Apple acusou na sexta-feira a Qualcomm de abusar da posição de fornecedor exclusivo de vários componentes do iPhone para encarecer as licenças de patentes de utilização. A Qualcomm, por sua vez, diz que a marca da “maçã” quer «intencionalmente denegrir os nossos acordos e negociações» e «encorajar ataques dos reguladores». O site da Qualcomm mostra um comunicado onde a empresa assume estar a analisar em detalhe a queixa que a Apple fez em tribunal e acusa a criadora do iPhone de deturpar factos e ocultar informação, cita o Mac Rumours.

A Qualcomm foi a fornecedora exclusiva dos modems LTE usados nos iPhones até 2016, mas agora a Intel também fornece estas peças para o iPhone 7 e para o iPhone 7 Plus. A Apple pede mil milhões de dólares, alegando que a Qualcomm a forçou a usar estes chips e a pagar uma percentagem das vendas em troca de acesso à tecnologia patenteada.

  • 333