exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

“Mercado de transferências”: Hugo Barra vai da Xiaomi para o Facebook

O brasileiro vai passar a liderar a unidade de negócio de realidade virtual do Facebook. O anúncio público foi feito por Mark Zuckerberg.

  • 333
Paulo Matos

Paulo Matos

Jornalista

Hugo Barra foi até à semana passada vice-presidente da Xiaomi e o executivo mais proeminente do fabricante chinês. Há poucos dias anunciou que tinha decidido colocar ponto final da aventura de três anos e meio, alegando que as constantes viagens estavam a ter impacto na sua saúde e que iria voltar para “casa”, ou seja, Silicon Valley. Agora foi conhecida a empresa para onde irá trabalhar: Facebook.

A notícia foi originalmente revelada por Mark Zuckerberg na rede social. Hugo Barra, que também já foi vice-presidente da Google para o Android, irá liderar a área de realidade virtual. Recorde-se que a Facebook comprou a Oculus em 2014 e que Zuckerberg considera que a realidade virtual e aumentada vão ser fulcrais para a empresa no futuro.

Como refere o Business Insider, a saída de Barra da Xiaomi ocorre numa altura particularmente crucial para a marca chinesa. A Xiaomi foi fundada em 2010 e foi outrora considerada a startup mais valiosa do mercado tecnológico com uma avaliação de 45 mil milhões de dólares, destacando-se pelos preços baixos dos seus smartphones (que chegaram a ser apelidados de cópias de iPhones).

Contudo, nos últimos tempos a empresa falhou as expectativas de vendas e perdeu quota de mercado. Aliás, Lei Jun, CEO da Xiaomi, até reconheceu publicamente que a empresa tinha crescido demasiado depressa e que tal tinha originado problemas.