exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Tito Carlos Vieira escolhido para dirigir rede informática do Governo

A 1 de março termina o período de direção interina no Centro de Gestão da Rede Informática do Governo (CEGER). O novo diretor da rede informática do Governo fez carreira na Universidade do Porto

  • 333

Tito Carlos Vieira vai assumir o cargo de diretor do Centro de Gestão da Rede Informática do Governo (CEGER) a partir de 1 de março. A nomeação foi publicada hoje no Diário da República desta quarta feira, através do despacho n.º 1509/2017, da Presidência de Conselho de Ministros.

O despacho recorda que a escolha do novo diretor do CEGER foi apurado depois de um concurso levado a cabo pela Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública, que apurou três candidatos, «entre os quais Tito Carlos Soares Vieira». O Diário da República recorda ainda que «Tito Carlos Soares Vieira é possuidor de um relevante currículo profissional, bem como atributos e competências, nomeadamente nos domínios organizacional, de gestão, de conceção de infraestruturas de tecnologias de informação e comunicação e de gestão de projetos de inovação tecnológica, que permitem concluir pela sua adequada preparação para o exercício do cargo de Diretor do Centro de Gestão da Rede Informática do Governo (CEGER)».

Tito Carlos Vieira vai assumir a direção do CEGER numa comissão de serviço com uma duração de cinco anos.

O CEGER tem vindo a ser dirigido interinamente por Rui Silva, um dos profissionais no topo da hierarquia da entidade que gere a rede informática do Governo. Desde 30 de setembro que o CEGER tem vindo a ser gerido por diretor interino. Manuel Honorato, anterior diretor, deixou o cargo para prosseguir a carreira militar – e reitera ter avisado atempadamente o Governo desta decisão.

Carlos Vieira tem 44 anos, tem um mestrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores e frequência do programa doutoral em Engenharia Informática na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP). Antes da nomeação de hoje, dirigia a Universidade do Porto Digital.

No currículo, tem também a direção do Serviço de tecnologias de informação e comunicação dos Serviços Partilhados e o desenvolvimento e inovação do sistema de informação (SIGARRA) da Universidade do Porto. De 2003 a 2013 liderou os Serviços do Centro de Informática da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Não é a primeira que se candidata à liderança do CEGER: no concurso que apurou Manuel Honorato, Carlos Vieira já constava entre os três mais bem colocados das CRESAP.

  • 333