exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Terpon cria câmara para streaming de pornografia em realidade virtual

A empresa suíça Terpon quer alugar câmaras que permitem a transmissão de conteúdos pornográficos em direto e em realidade virtual. Numa primeira fase, vão ser distribuídas mil câmaras para alguns criadores populares.

  • 333

Exame Informática

A Terpon quer alugar, por 30 dólares mensais, as suas câmaras com resolução 3K ou 4K. Por este preço, os criadores de conteúdos para adultos conseguem ter a câmara e um apoio técnico à disposição para desenvolver vídeos que possam ser partilhados em direto na Net. «O conteúdo gravado na indústria do entretenimento está morto ou a morrer por causa de todos os conteúdos gratuitos que existem. A parte da indústria que está a crescer é a livecam. Se dermos aos utilizadores conteúdos 3D, é algo diferente e que vão querer pagar para ver», diz Jean-Claude Artonne, CEO da Terpon.

As câmaras assemelham-se a uma cara abstrata, com dois olhos e permitem ter vídeo com ângulo de 200 graus e fazer streaming de vídeos 2D ou 3D. A ligação faz-se através de USB no PC ou no Mac, é compatível com as plataformas de webcam que tenham uma API e pode ser usada no site ou app de chat do criador de conteúdos, noticia o Tech Crunch.

«A maior parte das cam girls vem de países onde fazer 300 a 500 dólares mensais é uma boa receita. É importante que se ofereça algo que encaixe neste orçamento», explica Artonne. Sabe-se que a empresa já conseguiu investimento, mas que ainda procura mais fundos para aumentar a produção e o marketing destas câmaras. Nesta fase inicial, a Terpon vai dar mil destas câmaras a alguns performers influentes.

  • 333