exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

IBM prevê vender computadores quânticos “nos próximos anos”

A IBM planeia construir e vender computadores quânticos universais de 50-qubits já nos próximos anos. Os preços devem rondar os 15 milhões de dólares.

  • 333

Exame Informática

A IBM acredita estar em posição para começar a vender computadores quânticos «nos próximos anos», de forma a conseguir rentabilizar toda a investigação e desenvolvimento feitos nessa área. Em paralelo, a empresa anunciou uma API para ajudar os programadores a aceder ao computador de 5-qubit atualmente ligado à cloud da IBM e os planos para lançar um SDK até ao final do ano para ajudar na programação deste software.

De acordo com o ArsTechnica, a IBM pretende que os investigadores comecem a pensar em potenciais cenários de 20-qubit para que possam ter software pronto quando os computadores também o estiverem.

O roadmap da IBM prevê o lançamento de computadores quânticos universais nos próximos cinco anos, aproveitando os avanços em várias áreas como na integração de sistemas complexos e de elevado desempenho e nos processos de nanofabrico.

Ainda não se sabe quanto é que estes computadores devem custar, mas o preço não deve andar longe dos da D-Wave, nos 15 milhões de dólares. O destaque destas máquinas é a refrigeração absoluta que se consegue manter quase indefinidamente.

  • 333
  • Valor das bitcoins bate recorde

    Mercados

    A moeda digital Bitcoin atingiu um valor recorde na sexta-feira, valendo 1298 dólares. Os analistas estimam que a evolução positiva vai continuar e que as Bitcoin podem chegar a valer 2288 dólares até o final do ano.

  • Prontos para descolar

    Mercados

    Num futuro não muito longínquo, os drones tripulados e os carros voadores irão partilhar céus e estradas com aviões e automóveis. Esse futuro chega já em 2018.

  • A 5G vista por dentro

    Mercados

    Já são conhecidos os requisitos técnicos da quinta geração de telemóveis. Em 2018, deverão surgir as primeiras cidades cobertas com 5G… mas o upgrade exige avultados investimentos, o rearranjo de frequências, e a migração da TDT. Será 2020 um ano assim tão longínquo?